17/09/2013

Chegando naquela rua

Eu passava naquela rua as oito e dez da noite
com a certeza que tive um ótimo dia
e que amanha também seria assim
e que aquilo era tudo o que eu queria

Eu passava naquela rua as oito da noite
sabendo que meu dia estava incompleto
querendo ter mais tempo
para dizer as coisas certas e não ser discreto

Eu passava naquela rua as sete e quarenta da noite
conformado que aquilo era o que é
eu não tinha direito de escolher por nos
li o texto até a sua deixa, mas você sabe, você é o que é

Eu não passo mais naquela rua
sei como deixei aquilo
Mas como se diz? isso é natural
você não fez nada de anormal

Não se engane
A sua realidade foi o que você escolheu.

26/01/2013

Monólogo de um coração apaixonado.

Parece que ninguém quer estar na situação que estou, porque é uma situação vergonhosa, onde todas suas defesas armadas para combater o mundo ganham uma brecha. Hoje em dia ninguém quer isso, as pessoas odeiam aquela sensação de perder controle sobre si e fazer as coisas por impulso, sem nenhum freio ou direção, elas odeiam ter que esquecer as duvidas e se lançar pra frente sem saber o que vão encontrar, elas odeiam se jogar pra traz, sem saber se alguém estará lá para agarra-las. O cenário que eu me encontro seria ter um coração apaixonado, daqueles que você pode encontrar em qualquer canto que olhar. Mas não me pergunte porque escolhi estar aqui, pois sei que não escolhi. Um coração apaixonado não escolhe estar nesse estado, apenas se encontra nele, o ponto é que alguns donos desses corações escolhem deixar de lado o seu estado, até que esqueça ou se substitua por algo melhor. Porque fazem isso? Eu avisei que ninguém quer esse estado devido a sua natureza, não querem se apaixonar mas querem que o amor aconteça. O resultado desse cenário é o amor, ele trabalha em harmonia com o coração apaixonado, e - de seu jeito estranho - faz as coisas funcionarem. Essa relação é muito mal compreendida, pois muitas vezes foge dos padrões conhecidos de romances, muitas vezes não é igual ao romance que se lê nos livros. Triste são os corações apaixonados que tiveram seu amor descartado somente porque sua relação com o amor fora muito estranha para seu dono, só porque não atingiu suas expectativas, só porque não se encontrava no cenário perfeito. Não devo relembrar que a incerteza do amanha não preocupa um coração apaixonado, ele é paciente para fazer tudo ao seu tempo. Um cenário difícil não amedronta um coração apaixonado, em seu próprio ritmo, ele vai chegando ao seu destino. Uma possível rejeição é menos importante que seu sentimento para ele, o coração sabe que respeitando os sinais da estrada, e vendo os buracos nela, rejeição é algo que nem é preciso cogitar. Então, porque continuo falando assim comigo mesmo? Por nada, só é bom me lembrar que um coração apaixonado sempre tem alguém por quem lutar.